Tag:

Dia do Amigo

Você que foi, é, e você que ainda há de vir: leia essas palavras com muito amor.

Eu sou complicada, sim. Sumo, exijo amor, me cobro demais. Tenho aprendido muito o que significa, de fato, a amizade nos últimos tempos. Não sei em qual parte da minha história aconteceu, mas eu me fechei pra você. Acho que meu coração, de uma forma ou de outra, acabou querendo se proteger demais de decepções que nem chegaram a acontecer. Essa coisa de sofrer por antecipação sempre me prejudicou demais.

Quando eu via que você se divertia sem mim, achava melhor me afastar e evitar de estragar toda a sua alegria com meus dramas. Mesmo perto de você eu me sentia sozinha. Nunca fui boa com essa coisa de intimidade, preciso confessar. Não sabia abrir a porta do meu quarto e te apresentar, passo a passo, o lugar de cada coisa e como eu me sentia a respeito de cada uma dessas coisas. Preferia ouvir você e te ajudar com a pouca sabedoria que me restava. Por trás de alguém que dá muitos conselhos existe alguém que já foi muito ferido, certo? De que maneira se adquiririam experiência e conhecimento suficientes para decidir “um caminho melhor”? Voltando.

Escrever isso não tá sendo fácil, preciso admitir. Você já deve ter percebido que eu não corro muito atrás de você, e esse é outro grande problema. Não é que eu não me interesse pela sua vida ou te ame pouco. Definitivamente eu não te amo pouco. Acho que tá mais ligado com essa dificuldade de: se você me contar os seus segredos, eu terei de te contar os meus e isso não é nada fácil por aqui.

Escondo os meus sentimentos até de mim.

Preciso te dizer que não é fácil me ter por perto. Por favor não leia isso como se eu fosse prepotente, por favor! Eu tenho trabalhado isso dia após dia, não tem sido fácil, mas eu cansei de me sentir só. Cansei de não compartilhar segredos, de não falar o que sinto. Eu posso ver a mãozinha de Deus colocando pessoas como você no meu caminho. Minha amizade com Papai é outra história, nesse texto estou falando é com você mesmo.

Se você me permitir, quero aproveitar a oportunidade de hoje pra te pedir uma coisa muito importante: não desista de mim. Eu tô tentando mudar (se você olhar pro meu eu de uns 6 meses atrás pode perceber que eu mudei mesmo). Não pense que te amo pouco, porque te amo muito. Eu tô tentando melhorar, me ajuda?

20 de julho de 2016 18 comentários
104 Facebook Twitter Google + Pinterest